Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog dos 300

Este blog surgiu como forma a poder comentar situações do quotidiano, sobre todas as áreas, e até sobre a minha vida. Resultante da parceria com 3 amigos da faculdade, também se comenta cinema e música.

Blog dos 300

Este blog surgiu como forma a poder comentar situações do quotidiano, sobre todas as áreas, e até sobre a minha vida. Resultante da parceria com 3 amigos da faculdade, também se comenta cinema e música.

Cinematograficamente falando 1

Vamos dar início à nossa nova rúbrica, a rúbrica Cinematograficamente falando.

F1.png

 

 

Knight’s Tale, ou Coração de Cavaleiro, é um filme de 2001 realizado por Brian Helgeland, argumentista de Mystic River (2003) e Robin Hood (2010). Conta com a participação de um jovem Heath Ledger, de Paul Bethany e de Rufus Sewell.

 

O filme é uma adaptação de um dos contos d’ “Os Contos de Canterbury” de Geoffrey Chaucer (1387), e passa-se numa Inglaterra medieval, no tempo das justas contendo várias referências modernas, que estão percetíveis durante o filme (uma pista, they will rock you neste filme).

William Tatcher (Heath Ledger) é um jovem escudeiro e, juntamente com Wat e Roland descobre que o seu mestre morreu antes de terminar um torneio, quando estava perto da vitória. Alimentado pelo seu desejo de glória, e com a ajuda de Geoffrey, um poeta viciado no jogo, cria uma nova identidade para ele próprio e personifica um nobre, procurando assim entrar e vencer todos os torneios. Entretanto apaixona-se pela bela Jocelyn. O que será que a jovem o vai obrigar a passar para ele conseguir provar o seu amor por ela? Será que irão descobrir a farsa do William?

É um filme que nos ensina que a perseverança é o mais importante para alcançarmos os nossos sonhos e que a amizade nos ajuda a chegar mais longe.

 

Algumas curiosidades após terem visto o filme:

 

      ●      Gelderland é um local real, situado na Alemanha e Holanda.

 

F2.png

 

  • Alguns dos figurantes eram sem-abrigos oriundos de Praga, que não sabiam falar inglês.

           

F3.png

 

  • Ulrich Von Lichtenstein foi um cavaleiro e escritor que existiu no séc. XIII.

 

  • De salientar que a marca “Nike” conseguiu aguentar-se desde o séc. XIV até aos dias de hoje, acompanhando a evolução dos desportos.

 

F4.png

 

 

1 comentário

Comentar post